quinta-feira, 30 de novembro de 2017

EUA pedem que países cortem relações com Coreia do Norte

A Coreia do Norte lançou outro míssil poucos dias atras  e os EUA está apreensivo não só eles como o mundo todo, os Estados Unidos pediram nesta quarta-feira (29) aos demais países do mundo para que cortem todas as relações com a Coreia do Norte em resposta aos testes de armas realizados pelas forças do regime de Kim Jong-un. A embaixadora americana na Organização das Nações Unidas (ONU), Nikki Haley, pediu a toda a comunidade internacional que rompa relações diplomáticas com Pyongyang, que paralise todas as importações e exportações e que expulse todos os funcionários norte-coreanos do seu território. "Hoje pedimos a todas as nações para cortarem todos os laços com a Coreia do Norte", declarou Nikki Haley ao Conselho de Segurança da Organização da ONU. Haley dedicou parte de seu pronunciamento em reiterar a necessidade de que a China faça mais neste tema e, concretamente, corte o fornecimento de petróleo ao vizinho.

EUA pedem que países cortem relações com Coreia do Norte

Ela afirmou que o presidente americano, Donald Trump, fez esse pedido hoje ao presidente chinês, Xi Jinping, durante uma conversa telefônica que tiveram. "Chegamos a um ponto em que a China deve cortar o petróleo à Coréia do Norte ", insistiu a embaixadora americana, que lembrou que quando Pequim tomou essa medida em 2003, Pyongyang aceitou negociar. Além disso, Haley insistiu que o mundo inteiro deve tratar a Coreia do Norte como o "pária internacional no qual se transformou" e, entre outras coisas, tirar do país seu direito a voto na ONU. "Ninguém pode duvidar que a ameaça está crescendo. Ninguém pode duvidar que o ditador norte-coreano é cada vez mais agressivo na sua obsessão pelo poder nuclear", advertiu. Segundo Haley, com o lançamento de um novo míssil balístico na terça-feira, "o ditador norte-coreano tomou uma decisão que aproxima o mundo da guerra". A diplomata ressaltou que os EUA não buscam um conflito, e que se ele acontecer, será pelos "reiterados atos de agressão" por parte da Coreia do Norte. 
FONTE: g1.globo.com
"Fique Atualizado seguem o Ative News, Obrigado!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário